Bomba Peniana

BOMBAS PENIANAS FUNCIONAM?

Será que as bombas penianas funcionam mesmo? Veja o estudo científico e tire suas próprias conclusões a respeito desse tema que muitas vezes é polêmico.

O tamanho importa?

Para muitos homens faz, e não apenas no quarto.

Mas você pode se perguntar se o seu pênis tem comprimento normal ou tamanho médio.,E se o tamanho e o comprimento do seu pênis satisfazem seu parceiro sexual.

Suas preocupações podem levar você a procurar formas de aumentar o tamanho do pênis. Mas não tem certeza se pode acreditar na bomba peniana dos anúncios que você viu em revistas ou na Internet.

Você pode se perguntar: “As bombas penianas funcionam?”

Você tem um bom motivo para questionar esses anúncios. O velho ditado, “Isso parece ser bom demais para ser verdade”.

Certamente uma das alegações é que uma bomba peniana pode aumentar o diâmetro e o comprimento do pênis e, até certo ponto, é verdade.

bomba peniana strong man fume
bomba peniana strong man fume

Benefícios das bombas penianas

Possivelmente mais importante, contudo, são os benefícios que você pode ter com a bomba peniana.

Estes benefícios incluem o suporte a saúde do tecido peniano e a manutenção do comprimento e do diâmetro do pênis após uma prostatectomia (cirurgia da próstata).

Mas o uso da bomba peniana não se limite a homens que realizaram uma prostatectomia. Alguns homens também encontram no uso da bomba peniana a solução de problemas com ejaculações noturnas ou melhoras em suas ereções durante o sexo. 

Se você está em qualquer um destes cenário então pode se beneficiar com o uso de uma bomba peniana. Veja como são as bombas penianas.

Mas o que são as Bombas Penianas?

Uma bomba peniana consiste de uma bomba que é montada em um cilindro e é designada para ajudar homens que têm disfunção erétil de forma a alcançarem e manterem a ereção. 

Para usar uma bomba peniana, você deve colocar o cilindro que é equipado com um selo hermético em sua base sobre seu pênis.

Você então bombeia que pode ser eletricamente ou manualmente para que o ar seja sugado do interior do cilindro criando um vácuo em torno do pênis.

O vácuo força o sangue a fluir pelo pênis o que resulta em um aumento imediato no diâmetro e no comprimento do pênis.

Então, você remove o cilindro e coloca um anel peniano na base do pênis para manter a ereção e praticar a relação sexual. 

Uma bomba peniana pode ser um tratamento efetivo se você tiver disfunção erétil. Principalmente se outros tratamento para disfunção não tiverem funcionado com você, ou as outras opções provocaram efeitos colaterais.

Surpreendentemente, muitos homens usam uma bomba peniana para alcançar uma ereção suficiente para a relação sexual.

Os efeitos colaterais do uso de uma bomba peniana são baixos, o custo de uma bomba relativamente menor que de outros tratamentos.

Pode ser utilizada junto com outros tratamentos, inclusive com medicamentes para disfunção. 

bomba peniana com seringa
bomba peniana com seringa

Bombas penianas após a cirurgia da próstata

Inegavelmente um dos efeitos radiais da cirurgia da próstata que os homens nem gostam de ouvir é a redução no comprimento do pênis, que ocorre na metade dos homens que fizeram a cirurgia.

Além da redução do comprimento do pênis pode ocorrer também a disfunção erétil, que é muito comum entre os homens que fizeram a cirurgia e isso pode ser um grande golpe para homens que se recuperam da cirurgia. 

Uma forma efetiva para manter o comprimento do pênis após a prostatectomia é utilizar a bomba peniana logo após a cirurgia. Existem inúmeros estudos que demonstram esses benefícios. 

Com intuito de avaliar a eficácia da bomba peniana. Um estudo envolvendo 42 homens que não tinham nenhum problema antes da prostatectomia. Assim, no dia em que tiveram seus cateteres removidos, eles iniciaram o uso diário de uma bomba peniana por 90 dias.

Trinta e seis homens por mais que 50% dos noventa dias, e apenas um dos homens teve redução no comprimento dos pênis de 1,0 centímetro ou mais.

Ao compararmos estes resultados com pesquisas anteriores, na qual 48% dos homens tinham uma redução significativa no comprimento do pênis.

Após a cirurgia vemos que o uso de uma bomba peniana logo após a cirurgia é uma forma efetiva de preservar o tamanho do pênis. (Dalkin 2007)

Na Fundação Clinica de Cleveland, foram oferecidos tratamentos não orais a 141 homens, incluindo a bomba peniana para prevenir a disfunção erétil após a cirurgia da próstata.

Após 5 anos, 62% dos homens tiveram sexualidade ativa e aproximadamente 60% deles fizeram o uso da bomba peniana. (Raina 2010) 

Bombas penianas com o uso de medicamentos

Homens que combinaram o uso da bomba peniana com medicamentos após a cirurgia da próstata também encontrarão uma ajuda para prevenir a redução no comprimento do pênis.

Após a cirurgia da prostata 7 homens foram receitados com tadalafil 20mg três vezes por semana, enquanto 13 homens tomaram tadalafil mais o uso diário da bomba peniana.

Então, os homens iniciaram o tratamento 1 mês após a cirurgia e tiveram visitas clinicas no 1, 3, 6, 9 e 12 mês. Antes de cada visita, os homens foram solicitados a tentar relações sexuais pelo menos duas vezes.

Portanto, Homens que tomara tadalafil e usaram a bomba peniana tiveram maiores pontuações para dureza peniana sobre o Índice Internacional de Função Erétil do que os homens do grupo que tomaram somente tadalafil.

Após 12 meses, 92% dos homens que utilizaram a bomba peniana tiveram capacidade de ter orgasmo contra 29% que usuaram apenas tadalafil. (Engel 2011)

Fontes:

Dalkin BL, Christopher BA. Preservation of penile length after radical prostatectomy: early intervention with a vacuum erection device. Int J Impot Res 2007 Sep-Oct; 19(5): 501-4

Engel JD. Effect on sexual function of a vacuum erection device post-prostatectomy. Can J Urol 2011 Jun; 18(3): 5721-25

Kohler TS et al. A pilot study on the early use of the vacuum erection device after radical retropubic prostatectomy. BJU Int 2007 Oct; 100(4): 858-62

Raina R et al. Long-term potency after early use of a vacuum erection device following radical prostatectomy. BJU Int 2010 Dec; 106(11): 1719-22

Yuan J et al Vacuum therapy in erectile dysfunction—science and clinical evidence. Int J Impot Res 2010 Jul-Aug; 22(4): 211-19